Informações sobre leptospirose, causas, sintomas, prevenção e tratamento da leptospirose, identificando práticas que possam contribuir para uma diminuição da sua ocorrência. Abordamos também a leptospirose canina, assim como em outros animais.


Como a leptospirose pode ser prevenida

A leptospirose é prevenida através de um bom saneamento básico. O controle de roedores e prevenção da contaminação com a urina de animais infetados também pode ajudar a minimizar o risco de propagação da doença. Eliminar fontes de alimento e abrigo atraente para roedores é uma forma de prevenir a leptospirose. Coloque tampas seguras e estanques em todos os recipientes de lixo para desencorajar roedores. Quando a temporada de chuva termina e os riachos começam a secar, Leptospira concentra-se e torna-se uma ameaça crescente para aqueles que podem tomar banho ou beber a água contaminada. Assim, evite tomar banho ou fazer percursos dentro de água e não beba água não tratada. Use botas e luvas ao trabalhar em água ou solo potencialmente contaminado. Lave as mãos regularmente antes de fumar ou comer. Tome um banho em água devidamente tratada após trabalhar numa área potencialmente contaminada. Lave bem as mãos e os braços com água e sabão após manusear animais ou carcaças de animais (por exemplo, ratoeiras) ou depois de entrar em contato com líquidos que podem estar contaminados. Evite levar a mão à boca, nariz e aos olhos (especialmente evite fumar) ao manusear animais que possam estar infetados.

Índice dos artigos relativos a Leptospirose
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL