Informações sobre leptospirose, causas, sintomas, prevenção e tratamento da leptospirose, identificando práticas que possam contribuir para uma diminuição da sua ocorrência. Abordamos também a leptospirose canina, assim como em outros animais.


quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Quais são os sintomas da leptospirose

Em humanos, existe uma vasta gama de sintomas da leptospirose, que podem incluir febre alta, fortes dores de cabeça, calafrios, dores musculares, vômitos, e também podem incluir icterícia (pele e olhos amarelos), olhos vermelhos, dor abdominal, diarreia ou uma erupção cutânea.
Algumas pessoas infetadas podem não ter qualquer tipo de sintomas. Se a leptospirose não for tratada, o paciente pode desenvolver danos nos rins, meningite (inflamação da membrana que envolve o cérebro e medula espinal), insuficiência hepática, e perturbações respiratórias (doença de Weil). Em casos raros, a morte ocorre. Recuperação dos casos não tratados podem levar vários meses.

Como surgem os sintomas de leptospirose, logo após a exposição?
Os sintomas aparecem geralmente de 5 a 14 dias após a exposição, com um intervalo de 2 a 30 dias. 

Qual é o período de transmissibilidade da leptospirose?
A transmissão direta de pessoa a pessoa é rara. No entanto, a Leptospira pode ser excretada na urina por um mês, embora os organismos tenham sido encontrados em seres humanos e animais durante meses e mesmo anos após a ocorrência da doença aguda.

Índice dos artigos relativos a Leptospirose

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL